A situação atual

 

Os países do Sudeste Asiático produzem mais de 75% do total mundial de borracha natural (BN) e exportam mais de 85% de sua produção. A Malásia manteve-se como a maior produtora de BN até 1990. Atualmente, ocupa a terceira posição, atrás da Tailândia e da Indonésia. 

 

Em agosto de 1997 foi aprovada a Lei 9.479, conhecida como Lei da Borracha, uma concessão pelo Tesouro Nacional de subsídio aos produtores nacionais de borracha no valor equivalente à diferença de preço entre o produto importado e o nacional. Estabeleceu-se assim a equalização dos preços entre a borracha nacional e a importada, devendo o governo federal arcar com a diferença. Foi previsto que este subsídio será decrescente e durará 8 anos.

 

O maior entrave à expansão da heveicultura no Brasil ainda é a ocorrência do mal-das-folhas, doença causada pelo Microcyclus ulei. Uma das estratégias para enfrentar o problema é a obtenção e o plantio de cultivares resistentes ao patógenos e produtivos, só possíveis de obter com trabalhos de melhoramento genético. As pesquisas de melhoramento genético no Brasil orientam-se principalmente no sentido de criação de clones tolerante a doenças e que ao mesmo tempo apresentarem produção satisfatória de látex.