ENERGIA ELÉTRICA E MEIO AMBIENTE:

 

            Para ser gerada a energia elétrica passa por processos que atingem fatalmente o meio ambiente. Com o aumento desmedido do seu consumo e a manutenção de sua forma tradicional de obtenção, cria-se sérios riscos  para vida em nosso planeta.

             Existem várias fontes para obtenção da energia elétrica. Podemos citar entre elas: o sol, o vento, as águas, a geotermia, as marés, as correntes marinhas, a nuclear, a lenha, o bagaço da cana, o carvão, o gás natural, óleo diesel e outros.

            Muitas dessas fontes são renováveis e causam poucos impactos ao meio ambiente, outras, ao contrário, são muito impactantes, assim como as linhas de transmissão, que ocupam faixas contínuas de terras e desfiguram as paisagens.

           No Brasil, a eletricidade é predominantemente hidráulica, mas é gerada também em termoelétricas que utilizam carvão mineral, óleo combustível e fissão nuclear.

            Os impactos causados pela energia elétrica, quase não são percebidos, pois as transformações ambientais ocorrem antes que a energia chegue até nós.

IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS POR USINAS HIDRELÉTRICAS

 

 

-         Alteração nos recursos hídricos

-         Interferência no clima local

-         Indução de sismos

-         Interferência nos solos e recursos minerais

-         Interferência na qualidade das águas

-         Interferência na vegetação

-         Interferência na fauna aquática

-         Interferência na fauna terrestre e aérea

-         Interferência nas populações: mudanças de cidades, benfeitorias, empresas

-         Interferência nos aspectos rurais

-         Interferência na economia

-         Interferência na saúde pública, saneamento, habitação, educação, infra-estrutura

-         Interferência nas comunidades indígenas, grupos étnicos

-         Interferência no patrimônio cultural.

 

IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS POR USINAS TERMELÉTRICAS  

 

 

-         Emissões aéreas de material particulado: problemas respiratórios, interferência na fauna e flora, cheiro irritante, efeito estético ruim

-         Emissão de óxidos de enxofre: problemas respiratórios, cardiopulmonares, interferência na fauna e flora, acidificação de chuvas

-         Emissão de dióxido de carbono: contribuição para o efeito estufa

-         Emissão de óxido de nitrogênio, hidrocarbonetos e monóxido de carbono: chuvas ácidas

-         Percolação das águas das chuvas nas áreas de estocagem: contaminação do lençol freático, dos cursos de água, elevação do ph, metais pesados, sólidos dissolvidos

-         Sistemas de resfriamento da águas:  interferência na fauna e flora aquáticas

-         Sistema de remoção das cinzas pesadas

-         Resíduos sólidos do processo: minas e usinas

-         Pirita